Revista Online Psicologia Corporal – Vol. 18 – Ano 2017

Organizadores: José Henrique Volpi e Sandra Mara Volpi

Se deseja publicar seu artigo, veja aqui:
◊ Orientações para elaborar seu artigo >> Baixe Aqui o Artigo <<
◊ Formulário para digitar seu artigo >> Baixe Aqui o Formulário

Os artigos são de responsabilidade exclusiva de seus autores, não expressando necessariamente a opinião dos editores. Todos os artigos fazem parte da Revista Online Psicologia Corporal, sob o registro ISSN-15160688.
Para ler os artigos, é necessário ter instalado em seu computador um leitor de PDF. Se você não tiver o programa instalado em seu computador, pode fazer o download clicando no endereço:
http://www.baixaki.com.br/site/dwnld71431.htm

Acesse também artigos de anos anteriores

A psoríase sob o olhar da Psicologia Corporal
Autor(es): MARTINS, Leandro Dal Pont; REICHOW, Jeverson Costa

RESUMO
A psoríase é uma doença cutânea que atinge significativa parte da população mundial, sendo desconhecida sua etiologia e o porquê da sua manifestação. Sabe-se que atualmente, vem sendo discutido por inúmeras pesquisas que o estresse influencia na manifestação da psoríase, agravando ainda mais o problema. A psicologia corporal, cita que a etiologia dessa doença de pele pode estar associada à um ou mais eventos estressores sentidos pela mãe ao longo do desenvolvimento intrauterino, ficando gravado esse estresse na memória celular do bebê. Posteriormente, durante a vida, ao passar por situações que se assemelhem ao evento ancorado no seu corpo, acarretaria em somatização apresentando como resposta corporal a psoríase. Com isso, nesse artigo buscou-se investigar o período de gestação de 8 pessoas que apresentam o problema cutâneo. Concluindo-se que durante a gestação essas pessoas relataram houve situações de potencial estresse.
Palavras-chave: Doença de pele. Estresse. Psicologia corporal. Psoríase.


As consequências da oralidade no relacionamento amoroso.
Autor(es): OLIVEIRA, Lidiane Rabelo; LOURENÇO, Sarahuana Comin; FERNANDES, Gisele Jacinta Rodrigues Calegari; REICHOW, Jeverson Rogério Costa

RESUMO
O contato mãe-bebê, a amamentação, o desmame, os vínculos afetivos que estabelecem o desenvolvimento da sexualidade, a vitalidade e a disposição com que uma mulher vive sua gestação podem colaborar tanto para a formação de adultos seguros e saudáveis, como causar comprometimentos nos níveis físico, cognitivo, social e emocional do indivíduo. Desta forma torna-se necessário conhecer algumas questões referentes a oralidade e formação do caráter oral, que tem sua etiologia no primeiro ano de vida, visto que alguns fatores como a falta de vínculo com a mãe e/ou um desmame precoce, tardio ou brusco podem influenciar de maneira determinante o desenvolvimento saudável. Este artigo objetiva abordar a visão da psicologia reichiana sobre o desenvolvimento infantil, propondo uma reflexão sobre a importância da relação mãe-bebê, e como isso irá influenciar os futuros relacionamentos dos indivíduos.
Palavras chaves: Caráter oral. Oralidade. Psicologia corporal. Relacionamento amoroso.

Abrir Chat
Ola. Podemos ajudar?
Ola! Se deseja informações sobre cursos ou terapia, vai encontrar todos os detalhes no site www.centroreichiano.com.br.
Se após ler as informações ainda tiver dúvidas, pode deixar aqui sua mensagem que assim que possível , ao longo do dia estaremos respondendo.
Att. Centro Reichiano